CESUFOZ - Centro de Ensino Superior de Foz do Iguaçu

Como acessar

Links Relacionados

Eventos

Assistência Judiciária gratuita à comunidade carente

O Núcleo de Prática Jurídica da Cesufoz/Fafig foi visitado pela equipe de reportagem da Rede Massa de Foz do Iguaçu. O objetivo era esclarecer a população sobre a assistência judiciária gratuita. Na ocasião, uma das coordenadoras do núcleo, Dra. Morena Silveira, revelou a importância da atividade na formação dos acadêmicos. Também foram entrevistadas duas assistidas que relataram a satisfação de terem suas demandas resolvidas pelo núcleo de prática de maneira célere e eficaz. Os acadêmicos também contribuíram com seus relatos, enaltecendo os aprendizados obtidos por meio do estágio.

A reportagem foi exibida no Tribuna da Massa no dia 29 de novembro de 2019.

Obs: Assistência gratuita à população carente que se enquadram nas regras estabelecidas.

Fotos Relacionadas
  • Assistência Judiciária gratuita à comunidade carente
  • Assistência Judiciária gratuita à comunidade carente
  • Assistência Judiciária gratuita à comunidade carente

Um dia no Campus

Nos dias 21, 23 e 25 de outubro de 2019, O CESUFOZ e a FAFIG, realizaram uma ação de divulgação “Um dia no Campus”. Durante os dias ocorreram visitas à entidade, foram mais de 120 alunos participantes das turmas de 3º ano de escolas públicas de Foz do Iguaçu, que conheceram toda estrutura disponibilizada pela Instituição. Foram visitada a Secretaria Acadêmica, Biblioteca, Laboratórios de Informática, Laboratórios Multidisciplinares, Laboratórios de Anatomia, Laboratório de Microscopia, Farmácia, Enfermagem, Estética e Engenharia Civil.

Estiveram presentes alunos das escolas estaduais, Jorge Schimmelpefeng, Tarquínio Santos e Cataratas do Iguaçu, que foram recepcionados por colaboradores, professores, coordenadores, e a equipe de divulgação/marketing, para o total êxito da ação.

Fotos Relacionadas
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus
  • Um dia no Campus

Estudantes de Direito exercem a Solidariedade

Estudantes do décimo período do curso de Direito do CESUFOZ e FAFIG realizaram, no dia 14 de outubro de 2019, a entrega de presentes arrecadados numa ação especial para o Dia das Crianças, cujo intuito foi a contemplação das 47 crianças atendidas na ONG: "Centro de Apoio Agrícola Meu Cantinho", situada na área rural em Santa Terezinha de Itaipu, PR.​

A entrega foi realizada pelas divulgadoras Camila Côrtes, Gabriella Freitas e Geovana Mattos, acompanhadas da assistente de Direção, Késsia Losso e da representante e coordenadora da ação, também acadêmica da FAFIG, Rima Ghattas, que relatou emocionada: "Não ter preço presenciar a reação e o sorriso dessas crianças".

A ação contou com o intermédio do egresso do curso de Direito da FAFIG, Valter Larssen Jr., que atualmente assiste a ONG como professor e educador social.

Esta campanha é mais uma ação do Programa Amigos do Candil, criado em 2016 em homenagem ao coordenador do curso Sérgio Luiz Candil, que desenvolve um trabalho social admirável na Cia do Riso.

Fotos Relacionadas
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade
  • Estudantes de Direito exercem a Solidariedade

O exercício do direito do preso ao estudo nas Penitenciárias e Cadeia Pública de Foz do Iguaçu

Os alunos dos 3º e 4º período do curso de Direito da Faculdade CESUFOZ/FAFIG receberam no dia 3 de outubro de 2019 a visita da Secretária do CEEBJA Helena Kolody, lotada na Penitenciária Estadual II, Simone de Oliveira, para um bate-papo sobre o exercício do direito do preso ao estudo.

A proposta faz parte da disciplina “Teoria das Penas” e teve como finalidade demonstrar aos alunos a realidade do sistema carcerário nas penitenciárias e na cadeia pública de Foz do Iguaçu/PR, em especial as peculiaridades inerentes à forma em que é exercido o direito do preso ao estudo, a estrutura das instituições para o exercício de tal direito, as vagas de estudo, a segurança dos docentes durante as aulas, dentre outros aspectos.

De acordo com o art. 26 da Lei de Execução Penal (Lei n. 7.210/84) o condenado que cumpre a pena em regime fechado ou semiaberto poderá remir (reduzir), por trabalho ou por estudo, parte do tempo de execução da pena. A contagem de tempo é feita à razão de um dia de pena a cada doze horas de frequência escolar - atividade de ensino fundamental, médio, inclusive profissionalizante, ou superior, ou ainda de requalificação profissional - divididas, no mínimo, em três dias.

Acrescente-se que a Lei Estadual n. 17.329/12, em seu art. 9º, prevê que o preso custodiado alfabetizado integrante das ações do Projeto “Remição pela Leitura” realizará a leitura de uma obra literária e elaborará um relatório de leitura ou uma resenha, o que permitirá remir quatro dias da sua pena.

Fotos Relacionadas
  • O exercício do direito do preso ao estudo nas Penitenciárias e Cadeia Pública de Foz do Iguaçu